Sexta, 22 de Outubro de 2021
19°

Alguma nebulosidade

Campinas - SP

Dólar
R$ 5,66
Euro
R$ 6,58
Peso Arg.
R$ 0,06
Cidades Paulínia

O silêncio covarde da Câmara e quando jornalistas reproduzem racismo estrutural (Coluna do Raoni)

Vereadores nada disseram sobre a Operação da Polícia Federal

01/10/2021 às 16h39 Atualizada em 01/10/2021 às 17h05
Por: Zatum Notícias Fonte: Raoni Zambi
Compartilhe:
Valadão se nega a investigar o comparsa Cazellato (Crédito: divulgação)
Valadão se nega a investigar o comparsa Cazellato (Crédito: divulgação)

Às 12h44 desta sexta-feira (01) mandei as seguintes perguntas para a Assessoria de Imprensa da Câmara: 

"O presidente da Câmara de Paulínia, Fábio Valadão, vai se manifestar sobre a operação da Polícia Federal? 

Qual o posicionamento?

Será aberto algum procedimento legislativo para apurar o caso?

Se não, por qual motivo?

Algum vereador já se manifestou?

Por qual motivo o silêncio?

Desde já grato!!!

Raoni Zambi

www.zatum.com.br"

Também mandei, por WhatsApp, a seguinte mensagem para a jornalista responsável pelo Departamento de Comunicação da Casa de Leis,  Graziela Fávaro. 

- Boa tarde...Mandei um e-mail. Será possível responder até às 18h? Obrigado. 

Às 15h07, de forma ríspida, Graziela me enviou a seguinte mensagem pelo aplicativo:

- Me atende aí. 

Por educação, decidi atender a ligação da talentosa colega. 

No telefonema, Graziela disse que as “minhas perguntas são chatas”, proferiu ataques baratos contra a minha honra e alegou que a Câmara não tem nada a ver com a Operação Carga Implosiva, realizada em Paulínia no dia 21 de setembro. Por mais absurdo que seja, ela disse que o Legislativo e os vereadores nada tem a dizer sobre a situação. 

Ora bolas, um ditado famoso sobre o papel social dos repórteres diz o seguinte:

“Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade”. 

O delegado Edson Geraldo de Souza afirmou, de forma categórica, que o ex-secretário de Obras de Du Cazellato (PL) , o espalhafatoso Marcelo Mello, coordenou um esquema fraudulento numa licitação de R$ 4,1 milhões.

De acordo com Souza, a licitação foi direcionada para uma empresa de Santa Catarina, que iria construir dois hospitais de campanha. 

Com base em tudo isso, como a Câmara não tem nada a ver? Em que mundo Valadão e Graziela vivem? No reino do "juridiquês'', e "rachadinha''?, Ou do mal caratismo aliado ao fisiologismo, somados com nacos rechonchudos de omissão? 

Não à toa, a Constituição Federal deixa bem nítido que a função dos vereadores é a de julgar, fiscalizar e legislar. Mas por qual motivo a Câmara se nega a fiscalizar o Poder Executivo? 

Racismo Estrutural

Tenho notado, há tempos, que as Assessorias de Imprensa da Câmara e da Prefeitura de Paulínia são agressivas, imorais e sem nenhuma ética profissional, além de me tratarem com extremo desdém. Por qual motivo? Será pelo fato de eu ser um jornalista negro?

Se eu fosse branco o relacionamento seria diferente?  Ou é pelo fato de publicar  matérias lastreadas na verdade factual, mas que desagradam enormemente os chefes? Ou tudo isso junto e misturado? 

No Brasil de 2021, ser negro, letrado, com alguma voz, e destemido, incomoda muita gente. 

Reflitam sobre a “qualidade” dessa gente, que, por questões profissionais, tenho que manter algum tipo de contato na apuração dos textos que escrevo. É sempre um sofrimento abissal. 

Tomarei a liberdade de recomendar o livro “Racismo Estrutural”, de Silvio de Almeida, e “Pequeno Manual Antirracista”, de Djamila Ribeiro, para os assessores de imprensa da Câmara e prefeitura. Se os coleguinhas quiserem, posso emprestar as obras. É só mandar um pedido, que entrego pessoalmente!

Retomemos:

E Valadão, qual o seu posicionamento sobre a Operação da Polícia Federal? Vai ficar em silêncio? E demais parlamentares, ninguém vai dizer nada?

O silêncio dos edis é um absurdo vergonhoso, levando em conta que a Polícia Federal esteve na prefeitura e na casa de integrantes do primeiro escalão de Cazellato para recolher mais provas da roubalheira. A missão dos senhores não é justamente fiscalizar?!

Tristemente, Paulínia tem uma Câmara composta por 15 omissos e covardes, que na verdade, estão interessados em “rachadinhas”, mensalinhos, demais vantagens indevidas e status, para mostrarem na cidade que são “otoridade”. O pior é que ainda existem jornalistas capachos para defendê-los. 

Fora o prefeito, que, no mínimo, também é um omisso. Para não dizer outras coisas que, em breve, sabemos que vão acontecer.

Na próxima eleição, os eleitores precisam se lembrar de tudo isso!

Meu relato é duríssimo, mas é a mais cristalina e pura verdade. Todos sabemos disso. Até!

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Poder Zatum
Poder Zatum
Sobre Espaço para comentários sobre cidades da Região de Campinas. Raoni Zambi é jornalista formado pela Puc-Campinas, estudou comunicação política na USP (Universidade de São Paulo), fez um curso de Marketing Digital no Senac, trabalhou em jornais impressos diários, assessorias de imprensa, em campanhas eleitorais vitoriosas, coordena pesquisas eleitorais e foi assessor de políticos. Atualmente é aluno de pós-graduação da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), no Labjor.
Campinas - SP Atualizado às 09h18 - Fonte: ClimaTempo
19°
Alguma nebulosidade

Mín. 15° Máx. 27°

Sáb 30°C 16°C
Dom 24°C 17°C
Seg 25°C 17°C
Ter 26°C 16°C
Qua 23°C 18°C
Anúncio
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio