Sábado, 21 de Maio de 2022
21°

Alguma nebulosidade

Campinas - SP

Dólar
R$ 4,88
Euro
R$ 5,15
Peso Arg.
R$ 0,04
Cidades Paulínia

Cheiro de sangue nas águas do mar e Fábio Valadão (Coluna do Raoni)

Análise, política, música e literatura

21/08/2021 às 04h25 Atualizada em 21/08/2021 às 13h33
Por: Zatum Notícias Fonte: Raoni Zambi
Compartilhe:
Na mídia: Tubarão Valadão sentiu o cheiro de sangue nas águas e quer ser o próximo prefeito de Paulínia, mas logo virá lambari (Crédito: reprodução do Correio Popular e página de Fábio Valadão)
Na mídia: Tubarão Valadão sentiu o cheiro de sangue nas águas e quer ser o próximo prefeito de Paulínia, mas logo virá lambari (Crédito: reprodução do Correio Popular e página de Fábio Valadão)

Cazellato passará por uma monstruosa tormenta nos próximos meses. Contra o prefeito de Paulínia pesam denúncias gravíssimas de corrupção e, podem apostar, outras mais pesadas e desmoralizantes em breve vão emergir. 

Somente no MP (Ministério Público), o “bom moço” é investigado por um escambo milionário entre dois terrenos, em que a municipalidade ficou no prejuízo, no mínimo, em R$ 2,4 milhões.

Há ainda, na promotoria, os inquéritos civis sobre a precarização da saúde pública e outro referente à falta de licitação no transporte público urbano.

Para complicar, o Chefe do Executivo é alvo da PF (Polícia Federal) numa ação sobre supostas falcatruas nos gastos durante a pandemia, na questão do hospital de campanha. O mar está revolto e furioso. 

Fora  os amigos que se tornaram inimigos, que são capazes de dar a vida, ou uma nau carregada de ouro, para lançar o prefeito em alto mar em dia de tempestade furiosa, sem bóia, coletes salva-vidas, ou qualquer socorro.

Há piratas sanguinários nas proximidades, todos sedentos por executar indizíveis desgraças. 

Com tantos processos insolúveis na Justiça, alguns com provas cabais, as apurações na promotoria, a PF e os inimigos poderosos, Cazellato dificilmente terá habilidade e argumentos para safar-se, ou para nadar até um porto seguro. 

Direi o óbvio: ele não fica até o final do mandato de quatro anos. Não terá fôlego para chegar até a areia, acreditem. Apostem. 

Sabedor de  tudo isso, o vereador Fábio Valadão (PL),  por conhecer bem o governo, as marés do poder paulinense, e pelo conhecimento que detém das leis e suas consequências, aumentou suas aparições na mídia. É natural, do jogo.

Mirem só.  Parece até que o parlamentar está em uma espécie de pré-campanha, acenando com frequência e método à tripulação. Só os navegantes de primeira viagem não perceberam. 

Tubarão quando sente o cheiro de sangue na água fica agitado, afoito. Todo mundo sabe que o filho da valorosa e competente Dona Kika tem como objetivo de jornada ser o comandante chefe da embarcação. 

Valadão já sabe que o cruzeiro de luxo, liderado por Cazellato,  logo termina, de forma trágica. Nos bastidores, o político pode até a começar a conspirar, principalmente pelo cargo que ocupa. É normal, da vida.

Além disso,  aparentemente, o atual presidente do Poder Legislativo tem todos os atributos para tal abocanhada: feição de golfinho “amorzinho”, bom de voto, culto e aparentemente uma vida cristalina. 

Porém, a questão é que o parlamentar é um grande beneficiário de tudo que está aí, e que começou a derreter-se feito algodão doce  na água. Ele até finge bem, mas é tão fisiológico e malandro como todos esses que estão nesse alagadiço imundo. 

O tubarão logo virá lambari.  Valadão ficará enrolado nas redes de nylon. Ele não consegue enganar mais ninguém.  

Os eleitores darão uma guinada. O leme vai mirar para outros rumos. A ventania vai levar os embarcados para outros horizontes e perspectivas. 

Até breve, marinheiros, marujos e até para os limpadores de convés, que nunca entendem o que escrevo. 

 

Dica cultural para Cazellato e Valadão para o final de semana:

Prefeito, como sei que lê o que escrevo, escute neste final de semana a canção “É doce morrer no mar”, de Dorival Caymmy. Envio poesia e alento, antes do mar em fúria. Tal letra tem tudo a ver com a sua realidade.

Valadão, e se possível, por gentileza, peço que me desbloqueie de suas redes sociais. Um dia entrego a sua pesquisa. Política é assim. Ah, e ouça Dorival Caymmy.

Música para Valadão e, especialmente, para Cazellato.

 

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Poder Zatum
Poder Zatum
Sobre Espaço para comentários sobre cidades da Região de Campinas. Raoni Zambi é jornalista formado pela Puc-Campinas, estudou comunicação política na USP (Universidade de São Paulo), fez um curso de Marketing Digital no Senac, trabalhou em jornais impressos diários, assessorias de imprensa, em campanhas eleitorais vitoriosas, coordena pesquisas eleitorais e foi assessor de políticos. Atualmente é aluno de pós-graduação da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), no Labjor.
Campinas - SP Atualizado às 16h44 - Fonte: ClimaTempo
21°
Alguma nebulosidade

Mín. Máx. 22°

Dom 24°C 10°C
Seg 24°C 11°C
Ter 26°C 12°C
Qua 27°C 13°C
Qui 27°C 14°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete