Sexta, 15 de Janeiro de 2021 18:51
Envie fotos e vídeos pelo WhatsApp: 19 98727-4956
Geral Serviço

Afinal, como está a situação do ENEM?

O cenário de instabilidade impacta a vida de milhões de pessoas

14/01/2021 19h20 Atualizada há 23 horas
Por: Da Redação Fonte: Da Redação
Enem 2021
Enem 2021

Um dos temas mais quentes do início de 2021 está relacionado ao ENEN. O que realmente vai acontecer? Será adiado? 

Essa expectativa tem a ver diretamente com a logística da aplicação das provas impressas, impactando no cancelamento em algumas cidades do país que vivenciam o drama do aumento de casos de Covid. 

Mas afinal, qual é a situação dos exames que estão marcados para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021?

Para quem optou pela versão impressa do exame, a primeira etapa será realizada no próximo domingo, dia 17 de janeiro. 

No entanto, o Covid-19 deixa as coisas confusas, dependendo da situação de cada cidade que deve avaliar a gravidade das ocorrências. Para ilustrar, o exemplo mais emblemático do país é Manaus. 

A informação mais recente dá conta de que as escolas municipais não serão liberadas para aplicação das provas. 

Mas Manaus não é a única cidade a adotar essa medida em função do alto risco de contágio. A solução é transferir o exame para uma nova data.

No caso de Manaus, a cidade registrou 219.544 casos confirmados da doença e 5.879 mortes. 

Na última quarta (13), a situação agravou-se com o recorde de sepultamentos. Foram registrando 198 enterros em um único dia. 87 mortes causadas pela Covid-19.

Essa situação específica ilustra como o cenário é instável. O Enem representa aglomeração e movimentação de pessoas. A solução é adiar com o monitoramento do Ministério Público.

O clima de negociações em cada município é intenso. Os estudantes acompanham as decisões com apreensão. 

Cenário

Algumas ciddes vivem o estado de calamidade pública. 

A decisão deve passar pela anuência dos governadores, responsáveis pelo cumprimento das determinações e suspensão das provas. Neste casos, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) deve acatar.

Nesses casos, os exames devem ser remarcados, com previsão para 23 e 24 de fevereiro. Este é o prazo máximo para que as cidades não fiquem fora do Enem. Mas todas as decisões envolvendo o lockdown podem ser revistas.

Para Estudantes

Para deixar o tema mais complexo, têm os alunos que testaram positivos.

Os estudantes devem comunicar a situação para que as provas sejam remarcadas. 

Para isso, o estudante deve comunicar a condição antes da data da prova, por meio da Página do Participante. A alternativa é válida tanto para quem se inscreveu na versão impressa quanto na versão digital do exame.