Geral Comportamento

Feriado fique em casa?

Essa é a pergunta não quer calar

04/09/2020 17h53
Por: Da Redação Fonte: Da Redação
Hospital de Campanha Anhambi (Agência Brasil)
Hospital de Campanha Anhambi (Agência Brasil)

O feriado de sete de setembro, segunda feira, será um grande termómetro para avaliar o comportamento das pessoas neste período de declínio da curva de contaminação do COVID-19.

Os protocolos de segurança para evitar o contágio são detalhados e contemplam todas as atividades econômicas. Mas é a primeira vez que teremos um feriado pela frente.

Fechamento do Hospital do Anhambi

O fechamento do hospital de campanha do Anhambi é um marco emblemático do momento que o Estado de São Paulo vivencia. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas anunciou esta medida na sexta feira (4) e é um das maiores sinalizações para um novo momento. O hospital de campanha atendia casos de baixa ou média complexidade do novo coronavirus.

Mas as orientações de precauções são evidenciadas, até mesmo com anúncios de que existe o risco da curva de contágio voltar a crescer. 

A pergunta de ficar ou não em casa persiste.

Frente a esse dilema é possível lançar reflexões instigantes. Na esteira destas decisões de flexibilização, toda a movimentação econômica ganha impulso com novas estratégias. 

Um dos indicadores é a crescente interiorização, com muitas famílias deixando suas vidas em São Paulo para iniciar um novo momento nas cidades do interior. Os condomínios fechados de alto padrão estão mais movimentados. Muitas reformas em curso. 

Este é um outro radar para ser observado. O direcionamento dos investimentos irá ditar os rumos de estratégias para ativar a economia, tendo em vista o comportamento das pessoas e suas respectivas faixas etárias.

Estaremos monitorando estes comportamentos nas cidades que acompanham nossos conteúdos para direcionar conteúdos que possam indicar tendências, principalmente neste momento pré-eleitoral, onde os candidatos terão que encontrar soluções e propor estratégias para fomentar a economia.