WhatsApp

Envie fotos e vídeos pelo WhatsApp: 19 98727-4956

reder
Walter
anuncie aqui
Campinas

Mãe abusa sexualmente e tortura filho de quatro anos e é presa pela Polícia Civil

Vizinho suspeito de participar do crime é procurado pela Polícia Civil

30/10/2019 18h41Atualizado há 2 semanas
Por: Zatum Notícias
Fonte: Raoni Zambi
Policiais do 11º Distrito Policial de Campinas investigam o caso (Crédito: redes sociais)
Policiais do 11º Distrito Policial de Campinas investigam o caso (Crédito: redes sociais)

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta (30) uma mulher de 30 anos, em Campinas, acusada de torturar e abusar sexualmente de seu filho de apenas quatro anos. O menino foi levado com diversos ferimentos em seu pênis para o Hospital Celso Pierro, onde a equipe médica que atendeu a vítima descobriu os abusos. Um homem, que mora próximo à mulher, também é acusado de participar do crimes e está foragido. 

A criança também tinha ferimentos de cigarro e machucados causados por queimaduras no rosto. As lesões indicam que o menino além de sofrer abusos sexuais, era torturado. 

Um agente que participa das investigações, do 11º Distrito Policial de Campinas, relatou que está “chocado”.  “É muito triste. Estou há 15 anos na polícia e nunca tinha visto algo tão monstruoso. Até chorei durante a ocorrência”, contou. 

Agora, a polícia está no encalço do vizinho, que também é suspeito de abusar e torturar o menino de quatro anos. Um BO (Boletim de Ocorrência) foi registrado e a mulher está presa. Ela foi indiciada por estupro de vulnerável e deverá ser encaminhada para alguma cadeia feminina da região. 

O menino passará por uma cirurgia na uretra e o Conselho Tutelar irá encaminhá-lo para uma casa para crianças em situação de vulnerabilidade social. Em breve, a reportagem deverá ser atualizada com mais informações sobre o caso.

Para ficar bem informado curta a página no Facebook:  https://www.facebook.com/zatumnoticias  

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.