Cidades Paulínia

Mulher é presa por traficar crack no Vida Nova

Suspeita vendia crack para sustentar o vício

15/09/2019 18h56 Atualizada há 9 meses
Por: Zatum Notícias Fonte: Raoni Zambi
Crack é uma das drogas que mais viciam e causam danos sociais (Crédito: divulgação)
Crack é uma das drogas que mais viciam e causam danos sociais (Crédito: divulgação)

Uma mulher foi presa na tarde deste domingo (15), no bairro Vida Nova, em Paulínia, por traficar crack, uma das drogas mais viciantes e destruidoras. Ela também é dependente química e confessou que vendia entorpecentes para sustentar o vício. A prisão foi realizada pela Guarda Civil. 

Em patrulhamento na região, os guardas viram uma movimentação “estranha”, em uma mata, próximo à rua Geni Nemezio de Mello. No local havia um grupo de pessoas e o ponto é conhecido uma área de consumo de crack. 

Uma Guarda fez uma revista na suspeita e foram encontradas nove pedras de crack. A dependente química disse que vendia entorpecentes no bairro e que pretendia fumar a droga apreendida, que totalizavam 2,7 gramas. Também foram apreendidos R$ 12. 

Ela foi levada até a Delegacia de Paulínia e presa em flagrante por tráfico de drogas. Agora, a mulher será encaminhada para alguma prisão feminina. A pena para este tipo de crime varia de três a quinze anos de encarceramento. 

Para ficar bem informado curta a página no Facebook:  https://www.facebook.com/zatumnoticias