Quinta, 17 de Junho de 2021 00:22
(19) 98191-2534
Cidades Paulínia

Polícia prende um dos acusados de matar Wesley Ricardo

Suspeito tem 19 anos e foi reconhecido pela esposa da vítima

05/06/2021 13h59
Por: Zatum Notícias Fonte: Da Redação
Morte de Wesley Ricardo causou comoção em Paulínia (Crédito: divulgação)
Morte de Wesley Ricardo causou comoção em Paulínia (Crédito: divulgação)

A Polícia Civil prendeu na sexta-feira (05), à tarde, um homem de 19 anos, acusado de participar no latrocínio de Wesley Ricardo, 36 anos, proprietário do posto de combustíveis Rede Family, no Jardim Planalto, em Paulínia. 

Ele foi baleado com um tiro na cabeça em São Paulo, enquanto estava indo avaliar um veículo que tinha interesse em comprar. Wesley estava com a esposa e dois filhos no momento do crime. O empresário foi encontrado no banco do motorista na caminhonete que dirigia.

Os policiais chegaram até o suspeito após receberem uma denúncia anônima. A mulher da vítima o reconheceu na delegacia. Outro acusado, de 19 anos, continua foragido. O detido foi indiciado por latrocínio, ou roubo seguido de morte. 

A vítima chegou a ser levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos, que foram causados no lado esquerdo da cabeça.

Agora, a Polícia Civil trabalha para encontrar o outro suspeito. 

Nas redes sociais, em Paulínia, dezenas de pessoas lamentaram a morte do comerciante. “Era uma pessoa querida por todos em nossa cidade. Ele fará muita falta”, disse um dos internautas. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Campinas - SP
Atualizado às 00h14 - Fonte: Climatempo
14°
Poucas nuvens

Mín. 13° Máx. 22°

14° Sensação
19 km/h Vento
82% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (18/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 21°

Sol com muitas nuvens
Sábado (19/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.