11°C 27°C
Campinas, SP
Publicidade

Funerária São Luiz e Prefeitura de Mogi Mirim entregam corpo “errado” para família sepultar

Caso pelo que parece não é isolado e vai parar na delegacia de polícia

12/03/2021 às 15h37 Atualizada em 13/03/2021 às 05h25
Por: Zatum Notícias Fonte: Diógenes Campos
Compartilhe:
Falhas graves ocorreram na Santa Casa de Mogi Mirim (Crédito: divulgação)
Falhas graves ocorreram na Santa Casa de Mogi Mirim (Crédito: divulgação)

A situação é triste e absurda. A Funerária São Luiz e a Prefeitura de Mogi Mirim conseguiram trocar corpos de duas pessoas na manhã desta sexta-feira (12). Com isso, a família de Daiana Maria, de 30 anos, que morreu de covid-19, velou na verdade outra pessoa, Vanda Luiza, de Casa Branca, que também foi vítima do coronavírus. 

Continua após a publicidade

Os familiares de Vanda descobriram a troca no necrotério de Mogi Mirim, quando foram buscar o corpo para o sepultamento em Casa Branca.

No entanto, os familiares de Daiana chegaram a chorar no caixão sob o caixão de outra pessoa. Como o caixão precisa ficar fechado por conta das normas da pandemia, eles não conseguiram descobrir a “troca de corpos”. 

Daiana estava internada na Santa Casa de Mogi Mirim quando faleceu. O funcionário da Funerária São Luiz foi até o local. Foi lá que a confusão começou.  Tristemente, os familiares dela tiveram que fazer um segundo sepultamento, no início da tarde desta sexta, com o corpo realmente de Daiana. 

Já o corpo enterrado de forma equivocada precisou ser retirado do cemitério local e foi levado para Casa Branca. 

Daiana era moradora do Residencial Floresta, evangélica e uma guerreira. Ela deixa duas filhas e o marido.

Caso de Polícia

Um BO (Boletim de Ocorrência) será feito por parentes de Daiana e a Polícia Civil deverá investigar a situação. Um advogado já estuda quais medidas serão tomadas contra a Santa Casa e a Funerária São Luiz. 

Também estou apurando e parece que o erro não se trata de um caso isolado, infelizmente. 

Tanto familiares de Daiana como de Vanda estão, com toda razão, indignados com os graves erros e falhas, ainda mais em um momento de luto e tristeza. 

Trata-se de um desrespeito sem tamanho com as pessoas falecidas e seus familiares. 

Outro lado

A Funerária São Luiz admitiu o erro e negou que a situação seja “comum”. Já a Prefeitura de Mogi Mirim foi procurada e questionada sobre o assunto. Até a publicação do texto nenhum retorno havia sido enviado. O texto será atualizado caso ocorra o envio de algum posicionamento. 

Posteriormente, a Prefeitura de Mogi Mirim disse que não tem nenhuma relação com o "erro", embora seja a responsável pela Santa Casa. 

Coluna do Diógenes

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Diogenes Acontece em Mogi
Sobre o blog/coluna
Diógenes Campos tem 33 anos de idade, trabalha como Agente do Sistema Prisional e é Jornalista, com o MTB-90427/SP. Atualmente cursa Licenciatura em História pela Unicensumar.
É um dos fundadores do maior GRUPO de facebook de Mogi Mirim, o ACONTECE EM MOGI.
Como membro de uma das forças de Segurança Pública, sempre tentou levar, por meio de matérias, a rotina da polícia. Ele também atua como comentarista político da cidade.
Ver notícias
Campinas, SP
24°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 27°

23° Sensação
2.57km/h Vento
33% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Qui 28° 12°
Sex 28° 14°
Sáb 30° 14°
Dom 32° 15°
Seg 31° 15°
Atualizado às 19h02
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,66 +1,17%
Euro
R$ 6,13 +1,02%
Peso Argentino
R$ 0,01 +1,56%
Bitcoin
R$ 391,663,64 -1,01%
Ibovespa
126,422,73 pts -0.13%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade