Cidades Tristeza

Paulínia registra segunda morte suspeita por coronavírus

Paciente tinha 87 anos e estava internado desde o dia 21 de março

27/03/2020 21h33
Por: Zatum Notícias Fonte: Da Redação
Hospital de Paulínia, onde o aposentado faleceu nesta sexta-feira (Crédito: divulgação)
Hospital de Paulínia, onde o aposentado faleceu nesta sexta-feira (Crédito: divulgação)

A Secretaria de Saúde de Paulínia informou na tarde desta sexta-feira (27) a ocorrência da segunda morte supostamente causada pelo coronavírus. 

O paciente de 87 anos, viúvo, estava internado desde o dia 21 de março na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do HMP (Hospital Municipal de Paulínia) e faleceu hoje. 

Segundo a administração, os familiares estão em isolamento domiciliar e não apresentam sintomas de Covid-19. Foi colhido SWAB e enviado para análise em um laboratório, conforme estabelece as determinações impostas pelo Ministério da Saúde, relatou a administração. 

Primeiro caso

Na tarde desta quinta-feira (26), a Prefeitura de Paulínia informou que um homem de 73 anos de idade morreu supostamente em decorrência do coronavírus.  

Segundo o governo, o aposentado deu entrada no HMP (Hospital Municipal de Paulínia) às 20h15, na noite de quarta-feira (25). A família acionou o APH (Atendimento Pré Hospitalar). Durante o trajeto, o paciente entrou em parada cardio-respiratória e morreu às 20h40.

Na ocasião, a Equipe Médica e de Enfermagem realizou os procedimentos técnicos necessários de reanimação e intubação oro-traqueal, de acordo com as normas estabelecidas pelo CCIH (Centro de Controle de Infecção Hospitalar) do HMP.

O paciente era hipertenso, diabético e ex-fumante. Antes de acionar o APH do Hospital Paulínia, ele apresentou dor no corpo, febre e diarreia, e procurou um hospital privado em Campinas, na quarta-feira (18) da semana passada.O Hospital classificou como caso suspeito Covid-19, com imagem de tomografia computadorizada sugestiva. O homem foi orientado a isolamento domiciliar e quarentena. 

A esposa dele é  psicóloga e teve contato com um paciente proveniente dos Emirados Árabes. Após o contato, ela teve diarreia e náuseas, evoluindo para dor no corpo, febre e sintomas respiratórios leves. O filho do casal é médico e trabalha em São Paulo, e não apresenta sintomas de ter sido contaminado com o coronavírus, até a tarde desta quinta. 

Para ficar bem informado curta a página no Facebook:  https://www.facebook.com/zatumnoticias